O fracasso do ego pode ser o sucesso do ser?

O fracasso do ego pode ser o sucesso do ser?

 

Muitas vezes elaboramos um script em nossas vidas e determinamos que tudo deve ser daquela forma; seguimos o roteiro à risca, mesmo vendo que a vida está dando todos os sinais de que é preciso mudar.
Temos a imagem da desistência ligada ao Fracasso, mas acredite, muitas vezes, saber desistir pode ser sinal de Sucesso.
Ficar obcecado por um resultado, por uma meta, ou por qualquer coisa que seja, mesmo vendo que as circunstâncias não estão favoráveis não é sinal de perseverança. É teimosia!
Avisar para o seu planejamento mental que aquela história acabou não é tarefa fácil, mas é preciso fazer isso para que possamos deixar fluir.
Através da conexão com a nossa sabedoria interior, podemos identificar o que é uma desistência por falta de perseverança e foco ou uma percepção inteligente dos sinais que a vida nos oferece para correção de rota.
É claro que é importante termos metas e estratégias para alcance de objetivos, mas penso que quanto mais conectados estivermos com o nosso ser, mais percebemos a nossa verdade e criamos possibilidades de acertos, e assim sendo, nos livramos de sermos colecionadores de frustrações.
Muitas possibilidades são reveladas quando estamos abertos a receber os sinais e ouvir a nossa intuição.
Vamos refletir?

Será que o fracasso do ego, pode ser o sucesso do ser?

artigo-daniela-gimenes

Share

Foto de perfil de Aprh News

Realiza a moderação do Portal APRH Digital

Recommended Posts

Comments

  1. Márcia Aparecida Thomaz: março 14, 2017 at 1:13 pm

    Olá Daniela, como vai?

    Meu nome é Márcia e atualmente estou a frente do RH de uma empresa de médio porte, em Itu. Sou ituana, tenho 39 anos, sou casada e mãe de uma garota linda de 4 anos.
    Gostei muito de seu texto, principalmente porque acredito no quê citou no último parágrafo. Acredito que quando nos abrimos para as mudanças, o universo conspira a favor.
    Estou vivendo uma fase de transição, pois me desligarei voluntariamente da empresa em que trabalho em breve. A decisão não foi fácil e não aconteceu da noite para o dia, afinal, são 20 anos aqui e o novo me espera.
    Ainda não sei exatamente o que farei, ou melhor: onde ou em o quê trabalharei. Só sei que as possibilidades são muitas, então, estou de coração aberto para receber esse novo momento de minha vida.
    Por isso, estou buscando leituras, cursos e principalmente relacionamento com pessoas, tudo em função de escolher o melhor caminho a seguir.
    Parabéns pelo belo texto! Espero poder participar de uma das confrarias da APRH!

    Grande abraço,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *