Emprego e Empregabilidade

Emprego e Empregabilidade

site-materia

É comum ouvirmos: – Eu que mereço um salário desses! :- As melhores vagas não estão disponíveis. :- Emprego bom é esse, só viaja… Entre outros comentários, que realmente permeiam nossos desejos, nas rodas de bate papo.

Convido você a pensar no que te afasta de conquistar o trabalho que deseja, os melhores salários ou qualquer outro objetivo.

Há algumas grandes diferenças entre aqueles que conquistam seus objetivos e os que só ficam no desejo.

Emprego é quando somos contratados por uma empresa para exercer uma função que não exige muito conhecimento ou habilidades específicas, com remuneração pelas horas trabalhas. Nesse caso podemos ser trocado por outra pessoa a qualquer momento, pois esses conhecimentos e habilidades são facilmente encontrados no mercado de trabalho.

Já a empregabilidade é quando temos os requisitos necessários para se manter em uma empresa ou quando somos convidados para novas oportunidades, porque somos muito bons no que fazemos! Pelo conhecimento, habilidades e ou atitudes que temos a oferecer a empresa e ou projeto. Essa é uma interpretação básica sobre o conceito.

Quando o objetivo é uma oportunidade seja de emprego ou empregabilidade, precisamos de um bom currículo e congruência! Destaco esses dois pontos, pois é aí que suas chances de ser chamado para uma entrevista aumentam ou pode ser descartada toda e qualquer oportunidade.

O selecionador está recebendo centenas e às vezes milhares de currículos, a sua primeira porta de entrada é através do seu currículo.

Entender o que é empregabilidade, quais são seus objetivos, como se posicionar, saber se expressar e o autoconhecimento sobre suas capacidades, é essencial para se destacar entre tantos outros candidatos e o seu currículo vitae é um dos documentos mais importantes para evidenciar suas qualificações, no momento da seleção de candidatos para uma entrevista.

Um bom currículo não garante que seja contratado, mas pode ser o diferencial para a próxima etapa do processo seletivo.

E para quem deseja uma carreira de sucesso, tem que ter foco em seu objetivo, alinhado com os seus valores.

Tenho recebido muitos currículos e pedidos de indicação, porém a grande maioria dos currículos que tenho visto, não teriam muitas chances de serem escolhidos, pelas “falhas ao comunicar” suas pretensões e qualificações. Faltam informações importantes, confundem o que é qualificação com cursos de extensão, em objetivos colocam varias áreas ou enviam o CV para uma área diferente do que tem de experiência, por exemplo, descreve as qualificações como professor e envia o CV para uma vaga administrativa, entre outros detalhes que os afastam das melhores oportunidades.

O ideal é revisar o currículo com um especialista como o Coach, por exemplo, e também pode optar por um processo de Coaching que possibilita o autoconhecimento, reconhecer os pontos fortes, desenvolver habilidades, alinhar os valores aos objetivos, planejar as metas com foco nas realizações pessoas e profissionais.

Pensar com perguntas é um excelente método para ampliar a percepção e conquistar objetivos.

Se faça algumas perguntas para provocar uma reflexão, eu quero um emprego ou ter empregabilidade?

Onde estou hoje? Onde quero chegar?

Que caminhos devo percorrer para conquistar meus sonhos e objetivos?

Avalie se você sabe fazer as melhores perguntas…

Selecionei algumas DICAS essenciais para um bom currículo e tem que ter congruência, ou seja, o que está descrito no meu CV, eu realmente sei fazer!

DADOS PESSOAIS – Já vi CV com nome de pai e mãe, são dados pessoais apenas.

OBJETIVO – Especifique a área de interesse, se houver mais de uma área de interesse, faça diferentes CVs, para cada objetivo.

FORMAÇÃO ACADÊMICA – Se já tem graduação, é desnecessário informar ensino médio. Informe o curso, a instituição e ano de conclusão. Outro detalhe se ainda está em fase de formação ou não iniciou a faculdade, na sequencia de das informações, comece primeiro com as qualificações, depois experiência profissional e na sequencia formação, valorize o que a oferecer agora.

QUALIFICAÇÕES – É o que você sabe fazer e o que dá conta de fazer, há algumas atividades que mesmo sem “experiência” conseguimos executar, lembre-se de ser verdadeiro.

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL – informe período, empresa e cargo, se não tem experiência profissional, evidencie projetos que participou na escola, trabalhos voluntários, etc.

CURSOS – Informe a instituição, nome do curso e carga horária.

VOLUNTARIADO – Se faz algum trabalho voluntario informe há quanto tempo, a instituição, as praticas. Caso não faça, repense, há muitos benefícios.

Seja objetivo, não use gerúndio, exemplo atuando na área, participando, criando. Use realizo, execução de, desenvolvo, lembre-se de descrever a tarefa ou habilidade no presente e no positivo.

Há outros detalhes e informações que podem ser melhor entendidos e descritos, porém essas dicas são o mínimo que você pode fazer por você.

Invista em você, você merece!

Daniela Franco – Companheira de Mudanças

Share

Foto de perfil de Aprh News

Realiza a moderação do Portal APRH Digital

Recommended Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *